Boa Noite, Seja Bem-Vindo(a)!

Terapia ocupacional para residentes da Casa de Moradia Assistida da AJMJ em Taubaté

Atualizado em 11/03/2022

A Casa de Moradia Assistida da AJMJ em Taubaté é um ponto de apoio para nossos amigos que foram resgatados em ações do @anjosdacidade e concluíram uma etapa  no processo de recuperação em clínicas parceiras de reabilitação.

A Casa é o passo seguinte, importante na vida deles aqui fora, porque nem todos, ainda conseguiram resgatar laços familiares ou tem um lugar para voltar. Desta forma, a AJMJ   oferta um lar temporário e continuidade de acompanhamento terapêutico realizado pela psicóloga Teresa Tavitian, especializada em terapia cognitiva comportamental, arte terapia e terapia dos esquemas.

A Teresa acompanha e atende tanto os amigos que ainda estão nas clínicas parceiras, como os que atualmente residem na AJMJ. Os primeiros com sessões semanais por videochamada e os residentes na AJMJ em atividades semanais divididas no “Grupo Sentimentos” e “Grupo Arte Terapêutico” em que alia terapia e arte.

Nesse caso, nas reuniões são utilizados materiais como papel, tesoura, lápis, argila, lã, sucata e a proposta é trabalhar as questões pessoais, estimular que se expressem, realizem produções próprias, reflitam na melhor forma de executar suas obras e com isso, vivenciem processos criativos e ocupacionais que auxiliam no processo de recuperação.

Já no “Grupo Sentimentos”, a profissional estimula partilhas sobre o que estão passando, sentindo, pensando, como está o relacionamento na casa e para isso, promove dinâmicas motivacionais, de autoconhecimento, para explorar o relacionamento com o outro.

*“Quando a pessoa sai da Clínica e vai para a Casa de Moradia Assistida, chamamos essa fase de climatização, existem regras de convivência que são pactuadas e nossos amigos ficam aqui até sentirem-se preparados para sair e buscar sua vida lá fora. E mesmo quando saírem, ainda continuaremos dando apoio e acompanhamento terapêutico até quando necessário”, conta Teresa.*

Nossa psicóloga Teresa é casada com o Jair há 28 anos, tem um filho, o André, gosta de assistir séries, tomar cafés em lugares diferentes e viajar e tem realizado um trabalho fundamental na recuperação de nossos amigos em seus processos individuais de cura e resgate de suas vidas com amor e acolhimento.

Dois residentes da Casa foram contratados para prestar serviços lá, o sr. Wilson e o sr. Altair, o primeiro como cozinheiro e responsável pela lavanderia e o segundo, como ajudante geral.

Na primeira foto da esquerda para direita, os atuais residentes da Casa de Moradia Assistida da AJMJ: em pé – sr. Wilson, Altair, Luis Fernando e Tibiriça, sentados – Valmiro e Rodrigo e ao centro Teresa Tavitian.

A segunda foto é da reunião do “Grupo Arte Terapêutico”. 

 

Voltar para Acontece